Contra Queda de Cabelo
Tudo sobre Queda de Cabelo

Tudo sobre: Queda de Cabelo - Geral

As principais vitaminas que auxiliam contra a queda de cabelo

A queda de cabelo pode ser evitada com a adição de diversas vitaminas à sua dieta e aos seus hábitos. Confira algumas das vitaminas que são essenciais para garantir a força dos cabelos e evitar a queda indesejada.

Um cabelo bonito, sedoso e forte é o sonho de muita gente, mas, muitas vezes, não se é algo fácil de conquistar e nem de manter. A poluição do dia a dia, o calor do secador e da chapinha, a química das tinturas de cabelo são alguns dos muitos vilões que nossos cabelos têm que enfrentar. Nessa batalha, muitas vezes a negligência com relação aos cuidados com os cabelos pode resultar em sérios danos aos fios.

Todo cuidado aos cabelos deve incluir uma reparação de vitaminas, isso porque elas ocupam papel importante no que diz respeito a garantir o crescimento do cabelo e evitar fios quebradiços, pontas duplas e outros efeitos indesejados. A vitamina A merece especial destaque, já que é uma poderosa substância que irá auxiliar o crescimento do cabelo, por conta disso, é um hábito popular adicionar ampolas de vitamina A nos shampoos e condicionadores. Contudo, não há provas de que adicionar ampolas de Arovit ou de Retinar (populares em farmácias do Brasil) ao shampoo aumenta o crescimento do cabelo. O ideal mesmo é garantir acesso a vitamina A por meio da dieta. Alimentos como cenoura, fígado, leite, são ricos nesta vitamina.

Alimentos com vitamina A

Alimentos ricos em vitamina A

A babosa vem sendo usada nos cabelos há muito tempo, sendo uma receita geralmente passada de mãe para filha. Ela é uma planta boa não só para os cabelos, mas também para hidratação da pele, visto que em seu sulco interior, há 18 aminoácidos essenciais para a formação de proteínas, além de 9 vitaminas e sais minerais essenciais. Por ser tão rica, ela possui um inigualável poder hidratante, trazendo mais vitalidade aos fios, diminuindo a queda e, claro, colaborando para aumento do crescimento e o brilho. Muitos especialistas afirmam que essa planta é um verdadeiro presente para os cuidados de beleza de qualquer mulher.

Aplicando Babosa nos fios

A Babosa é popular e muita gente acredita em sua eficiência. Porém, nem todos sabem como utilizar. Para aplicar a Babosa aos cabelos, você precisará de:

1) 1 folha de babosa

2) 1 100ml de água

3) 1 liquidificador

Babosa - Contra Queda de Cabelo

Misture a água e a folha no liquidificador e bata por aproximadamente 20 segundos. Após lavar o cabelo com shampoo comum, aplique a solução de babosa sobre o cabelo, massageie os fios e o couro cabeludo e deixe agir por mais ou menos 30 minutos. Enxágue e retire todo o excesso de resíduos que ainda permanecerem nos fios. Para maior eficácia, repita este processo a cada 15 dias e garanta um cabelo forte, sedoso e bonito.

Procure um médico

Essa é a melhor solução para que você possa adicionar as vitaminas ao seu dia a dia e, consequentemente, reforçar o seu cabelo, evitando assim, a queda indesejada. Uma visita ao dermatologista e ao nutricionista pode garantir o acesso de forma mais correta às vitaminas, garantindo, assim, um bem que vai muito além da saúde dos cabelos, pois beneficiará a saúde do seu corpo como um todo! Por essa razão, abuse das vitaminas e tenha uma vida muito mais completa e saudável.

XÔ Queda Capilar!

A queda dos cabelos ainda atinge muitas pessoas e, por diversas vezes, pela falta de cuidado com os mesmos. Por isso, separamos algumas dicas para que a queda de cabelo passe muito longe da sua cabeça. Confira!

POR THAYSE NASCIMENTO

Queda de cabelo é comum, mas fique atento em relação à quantidade. Em média, caem 100 fios de cabelo por dia. Mais que isso é motivo para o cuidado ser redobrado. Se você percebeu que o número de fios, que caem enquanto você penteia ou lava o cabelo, aumentou nos últimos dias consulte um dermatologista. O especialista irá lhe auxiliar no tratamento e identificar a principal razão que contribuiu para a queda.

As razões para a perda de cabelo estão ligadas principalmente à sua rotina. Má alimentação, stress – distúrbios hormonais e emocionais – e até mesmo a genética, são fatores que influenciam para essa mudança dos folículos capilares. Por tanto, cuidar dos cabelos fazendo uso apenas de xampus antiqueda não é suficiente para cortar o mal pela raiz.

A mudança de alguns hábitos contribui muito para o tratamento. Mesmo que o problema não seja totalmente resolvido a queda irá diminuir gradualmente. Contribua ingerindo alimentos ricos em ferro e vitaminas. No inverno o sol não aparece tanto, por isso há carência de vitamina D em nosso organismo. Então o recomendado é beber suco de laranja, consumir ovos e derivados de leite, uma vez que a exposição diária ao sol contribui para combater efeitos fisiológicos, como os distúrbios causados pelo stress.

Xô Queda de Cabelo

Evite lavar os cabelos com água muito quente. Proteja os fios com leave-in (creme para pentear) quando for utilizar secador e prancha; o produto ajuda a proteger o cabelo contra o calor que resseca as madeixas. O mercado de cosméticos oferece opções de leave-in para diversos tipos de cabelo.

Para as mulheres é importante lembrar que a frequente utilização de produtos químicos, como tintas para cabelo e pós descolorante, além de pranchas e secadores levam à diminuição dos fios. Enrolar os cabelos molhados na toalha, após sair do banho, contribui para a produção de sebo, pois a toalha abafa o couro cabeludo, logo os fios estão propensos a enfraquecimento e, consequentemente, a queda.

O cuidado deve ser diário! E não é um bicho de sete cabeças incluir essas dicas em sua rotina. Mude algumas manias cotidianas e perceba que o resultado vai ser positivo para você e seu cabelo.

5 problemas que provocam a queda de cabelo

Vários são os problemas que podem provocar a queda de cabelo – levando esse fato a escala de “problema de saúde”. Listamos 5 dessas principais causas para que você possa ficar atento e evitar aquilo que possa provocar a queda dos fios. Confira!

A queda de cabelo é um problema que atinge homens e mulheres, pode estar relacionando a questões da genética ou ao descaso com o cabelo – além disso, algumas doenças também podem desencadear a queda de cabelo. Usualmente esse problema afeta mais os homens, principalmente por questões genéticas, porém, as mulheres não estão isentas de sofrer com a queda dos fios.

Um dos maiores responsáveis pela queda dos cabelos é a testosterona, hormônio sexual masculino. Porém, este hormônio, embora em bem menor quantidade, também é produzido pelas mulheres. Além disso, casos de queda de cabelo entre mulheres são mais comuns ultimamente, pois, outros fatores que levam ao problema estão ligados à questões emocionais, como estresse e ansiedade, além de tratamentos agressivos aos fios a que muitas mulheres se submetem.

causas queda de cabelo

Conheça alguns dos fatores que podem ocasionar o problema. Mas não esqueça, é fundamental consultar um médico com um especialista (o Dermatologista) para que se defina sua causa e, por consequência, faça o tratamento correto para superar o problema.

1. Genética

A predisposição genética, conhecida como calvície hereditária, e cientificamente chamada de alopécia androgênica se manifesta em ambos os sexos. Os homens começam a apresentar entradas na linha do implante do cabelo e as mulheres perdem os fios na região central do couro cabeludo. O problema pode ser transmitido por herança genética do pai ou da mãe e o quadro começa a se manifestar na puberdade, em função dos hormônios. A evolução varia de acordo com a predisposição de cada paciente. No caso de queda de cabelo feminino, é importante que as mulheres façam consultas ginecológicas rotineiras, por esta questão estar relacionada com os hormônios.

2. Estresse

O estresse no qual as pessoas são submetidas diariamente e à ansiedade são fatores que podem gerar a calvície, uma vez que o aumento da oleosidade favorece a queda dos cabelos nas pessoas muito tensas e ansiosas. Talvez, aqui esteja uma situação onde contornar a queda de cabelo pode ser mais fácil, porém, mesmo assim, o acompanhamento médico é fundamental.

3. Má alimentação

Regimes que não respeitam uma dieta balanceada, prescrito por um médico especialista ou um nutricionista, levam à carência nutritiva e à anemia, fatores que provocam o enfraquecimento e queda dos fios. Portanto, se alimentar adequadamente é fundamental para manter a saúde das madeixas.

4. Químicos

Os tratamentos químicos também danificam os cabelos. Os alisamentos, que empregam calor, tração e substâncias químicas provocam a queda dos fios. Além disso, tinturas, fixadores e escovas quentes podem ocasionar o problema. É importante cuidar para que o couro cabeludo não fique oleoso. Sendo assim, excesso de condicionadores e cremes de pentear, também podem influir no problema. Todo cuidado é fundamental para que a saúde dos fios capilares seja mantida em qualquer tratamento estético realizado.

queda de cabelo causas

5. Maus cuidados

Dormir com os cabelos molhados faz mal para a saúde capilar. A retenção de água no couro cabeludo pode proliferar fungos e bactérias e, com isto, aumentar significativamente a queda dos fios, além de deixá-los oleosos e quebradiços. Evite banhos muito próximos da hora de dormir, caso você venha a lavar os cabelos. Utilize o secador, quando necessário e, evite, sempre que puder, dormir com os cabelos molhados.

Após levantarmos as 5 principais causas para a queda dos cabelos você consegue se identificar com algum desses grupos? Muitas situações você mesmo pode contornar, porém, como já foi dito, é fundamental que você procure um médico nos primeiros sintomas de queda de cabelo.

Os 3 principais remédios contra queda de cabelo

Alguns remédios estão entre os mais indicados pelos médicos especialista no tratamento contra a queda de cabelo. Conheça mais sobre esses 3 remédios e nunca se esqueça que eles só podem ser ingeridos com a prescrição de um médico. Acompanhe!

A calvície é progressiva e o quanto antes a pessoa perceber o problema e procurar um médico dermatologista, maiores são as chances de reverter a situação. Acabar com a queda dos fios não é tão fácil, mas é possível.

O tratamento clínico consiste no uso de substâncias de uso local, oral ou injetáveis. As empresas lançam diversos tipos de produtos (cremes, sprays, óleos, xampus, tônico) e medicamentos que combatem o problema. O ideal é a diminuição da oleosidade e a melhora da qualidade dos fios em fase anágena (fase de crescimento do cabelo).

Mas lembre-se: o primeiro passo é procurar um médico para detectar qual é o real motivo da perda, que pode estar relacionada às questões genéticas, distúrbios hormonais, como também, emocionais.

Além disso, nem tudo que apresenta bons resultados aos homens, pode ser indicado às mulheres, tendo em vista que os efeitos colaterais nelas podem ser desagradáveis – depois de passar o produto no couro cabeludo pode aumentar o volume de pelo na face, pernas e braços. Conheça algumas formas tratamento, a base de remédios, para a perda de cabelo e como elas funcionam.

Remédios para queda de cabelo

Minoxidil para queda de cabelo

O Minoxidil é um produto vasodilatador que age na fase catágena dos fios, ou seja, a fase intermediária do ciclo de vida do cabelo.  A substância procura prolongar a fase anágena evitando que os folículos atrofiem na fase catágena. Seu uso consiste na aplicação da loção sobre a área afetada após a lavagem dos fios. Os primeiros resultados do tratamento com minoxidil podem ser observados após aproximadamente quatro meses do início do tratamento.

Finasterida para queda de cabelo

A finasterida é uma pílula que bloqueia a produção de DHT – um hormônio produzido a partir da testosterona. O remédio é indicado para homens, no combate à calvície por questões hereditária. Além disso, o medicamento pode causar má formação fetal, uma vez utilizado por mulheres grávidas. Sua ação consiste na inibição da produção de DHT e, com isso, impede a queda dos fios, além de conseguir fazer o cabelo crescer novamente. Após aproximadamente 4 a 5 meses de uso, o paciente notará a diminuição da oleosidade e perceberá o começo da estabilização do processo de calvície.

Antralina para queda de cabelo

A Antralina é um tratamento em creme aplicado diariamente sob a área afetada, e depois retirado com enxágue. Seu efeito consiste em causar irritação do couro cabeludo e estimular o crescimento de novo cabelo. Pode ser observado o crescimento do cabelo em um prazo de 6 meses de tratamento.

Essas três opções de remédios para queda de cabelo podem ser muito úteis (de acordo com a situação). Porém, vale lembrar sempre que esses medicamentos só podem ser utilizados se forem prescritos por um médico especialista que deverá acompanhar todo o tratamento, observando os resultados e trabalhando para que tudo ocorra da melhor forma possível!

Algumas causas e os melhores tratamentos contra queda de cabelo

A queda de cabelo pode ser ocasionada por diversos motivos, que vão do stress até uma questão genética. Separamos 4 dos principais motivos da queda dos fios capilares e discutimos algumas medidas que podem ser tomadas para amenizar a queda.

Não tem como negar que a queda de cabelo é algo que nos faz sair do sério. Existe aquela queda tolerável, que acontece diariamente e serve como renovação dos fios capilares. Essa queda de cabelo costuma ser de aproximadamente 150 fios. Mas atenção: se você começar a notar que esse número cresce com o passar do tempo ligue o sinal de alerta e procure um médico especialista, pois você pode estar sofrendo com a queda de cabelo.

E esse problema que antigamente era restrito aos homens, passou a ser algo que incomoda também as mulheres, afinal, os estilos de vida estão cada vez mais próximos, e, você notará, que o jeito como guiamos nossa rotina diária influência na saúde do cabelo.

Queda de cabelo - motivos e tratamentos

4 fatores para a queda de cabelo

Genética: Esse é um dos principais fatores que podem desencadear a queda dos cabelos. Não adianta tentar fugir, afinal, está no seu DNA, porém, tem alguns métodos que amenizam a queda dos fios ou te fazem ter novas esperanças. O médico pode receitar alguns tratamentos como carboxiterapia ou laser de baixa potência – são métodos eficientes que estimulam o couro cabeludo e fazem o cabelo se regenerar. Esses métodos são realizados através de diversas sessões – variando entre 10 e 15 encontros. Os preços são cobrados por cada dia de tratamento. Além desses dois métodos, você poderá optar pelo implante capilar, mas para isso, separar uma boa quantia de dinheiro (que pode chegar até R$25.000,00), pois será necessário para bancar esse tratamento.

Stress: Uma vida conturbada por ser mais prejudicial do que você imagina. Além de vários outros maus que o stress pode desencadear, a queda de cabelo aparece com destaque. Para esse problema a receita é simples: leve uma vida mais tranquila e poupe energia não se estressando. Tente levar sua rotina um pouco menos a sério. Isso fará muito bem para sua saúde como um todo, mas, principalmente, para a saúde dos cabelos.

Dietas Malucas: Um leve descuido e o peso foi para as alturas… Essa é uma realidade de muitas pessoas, inclusive a minha, e as dietas costumam ser uma ótima opção para perder o peso com certa facilidade. Porém, muitas das dietas que estão disponíveis por aí podem ser prejudiciais, e, ao invés de lhe proporcionar bem estar, agirá como mais um fator para lhe causar transtorno. E acredite: a queda de cabelo é um dos primeiros sintomas dessas dietas malucas. Por isso, o indicado é que você faça o acompanhamento com um médico especialista (normalmente o endocrinologista) e com uma nutricionista. Se for muito difícil levar a sério uma dieta correta a ajuda de uma psicóloga pode ser bem útil – tudo isso para acabar de vez com a queda de cabelo.

Produtos químicos: Esse é um problema que as mulheres enfrentam com muita regularidade. Temos que admitir que a vontade de ficar sempre linda e atual move as mulheres para o salão de beleza mais próximo, porém, o exagero prejudica a saúde dos fios capilares, e por isso, se você insistir em mudar sempre, a consequência será a queda de cabelo. Por isso, tenha muito cuidado ao realizar qualquer tratamento de estética e respeite os limites do seu cabelo, caso contrário, você terá que aprender a viver, por um bom tempo, com a queda constante dos fios.

Esses 4 fatores para a queda de cabelo estão entre as mais comum entre os pacientes que procuram o tratamento com um médico. Por isso, se você não sofre com esse problema que atinge quase que 25% da população, fique atento às dicas que foram dadas e evite qualquer chateação. Agora, se você já sofre com a queda dos fios a dica é fazer uma mudança radical em seus hábitos e procurar um especialista que pode lhe acompanhar e indicar os melhores tratamentos para queda de cabelo.

Página 1 de 912345...Última »