Acabe com a queda de cabelo!

Junte-se a mais de 5.147 leitores que aprenderam a lidar com a queda de cabelo com nossas dicas e em POUCO TEMPO (é grátis)!

Quando a queda de cabelo passa de algo casual para uma preocupação verdadeira?

Uma das coisas mais comuns do dia a dia de qualquer ser humano é assistir aos seus cabelos caindo, diariamente. O fenômeno acontece, geralmente, porque os fios sem vida devem dar lugar aos fios novos, em um ciclo que parece não ter fim.

Especialistas afirmam que é normal que caiam até cem fios por dia, mas é claro que ninguém vai ficar contanto essas coisas – e apenas tenta imaginar quanto de fio cai por dia, tentando presumir o número pela quantidade. Até aí, tudo bem, já que é uma queda de cabelo casual. Mas ela pode virar uma preocupação verdadeira, dependendo do aumento de volume da queda.

Os cabelos costumam cair durante o banho ou quando penteados, já que a fricção com o pente ou a escova ajuda os fios a se soltarem do couro cabeludo. Mas se a pessoa estiver vendo os cabelos cair a qualquer momento, em qualquer circunstância, isso já pode ser considerado motivo de preocupação.

E as causas podem ser muitas para justificar esse tipo de reação do corpo, que vão desde as mais simples, como distúrbios alimentares, dieta inadequada ou a química exagerada (principalmente para as mulheres, fãs de secador e chapinha) a até mesmo ser sintoma de alguma doença, cuja gravidade só pode ser conhecida a partir de um diagnóstico.

Queda de cabelo: cuidados

Queda de cabelo: cuidados

A dica quando os cabelos começam a cair de forma desproporcional à queda esperada é, sempre, procurar um médico para fazer o diagnóstico do problema. O dermatologista é a única pessoa que vai poder falar o que há de errado no cenário de cada paciente e definir, a todos, o melhor tratamento para queda de cabelo.

Esse tratamento pode ser feito apenas mudando hábitos de vida ou pode envolver medicamentos, acompanhamento médico e outros tipos de intervenção, e é por isso que o diagnóstico não pode e nem deve ser feito por esteticistas, cabeleireiros e outros técnicos que não dominam o conhecimento sobre a saúde dos fios.

Agora, se o problema for calvície, existem fatores genéticos imbuídos – o que significa que nem sempre um tratamento será efetivo para conter a queda, e é possível tomar medidas mais drásticas, como o implante de cabelo. A calvície pode atacar em qualquer idade, mas é mais comum dos trinta anos para frente, e o único tratamento possível para ela é o paliativo transplante capilar.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *