Acabe com a queda de cabelo!

Junte-se a mais de 5.147 leitores que aprenderam a lidar com a queda de cabelo com nossas dicas e em POUCO TEMPO (é grátis)!

Queda de cabelo feminino. Tudo sobre a queda de cabelo entre as mulheres

Queda de cabelo não é um problema somente dos homens. Muitas mulheres podem apresentar a característica, momentânea ou permanentemente, por vários fatores. Para a grande maioria das causas há tratamento, e muitas vezes é mais fácil do que se imagina. Às vezes uma simples mudança de hábitos pode dar conta do recado.

Uma das causas mais comuns da queda de cabelo feminino é o excesso de química aplicado ao couro cabeludo. As mulheres são as rainhas do salão, fãs de tinturas, apliques, escovas, chapinhas… Muitas vezes nem a hidratação dá conta de segurar a cabeleira no seu devido lugar.

Assim como é fácil de aparecer, esse tipo de queda de cabelo também é fácil de tratar: basta maneirar na química, ajustar os períodos de hidratação e procurar um dermatologista para que ele, como especialista médico no assunto, possa indicar xampus, cremes ou remédios para conter a perda dos fios.

Que médico procurar

Queda de cabelo entre mulheres

É o dermatologista, inclusive, o responsável por poder receitar qualquer tipo de tratamento, principalmente quando houver uso de medicamentos ou outras químicas envolvidas no processo de recuperação capilar.

A dermatologia é uma especialização médica em pele, cabelo e unhas e são esses profissionais que também podem acenar com outras causas da queda de cabelo feminino, como má nutrição, gravidez ou doenças do  organismo.

Dessa forma é possível redirecionar a paciente ao nutricionista, ginecologista ou clínico geral para tratamentos em conjunto.

As causas da queda de cabelo – Faça o diagnóstico

A queda de cabelo na mulher, assim como no homem tem vários fatores. Para algumas, o cabelo ralo ou muito fino é um problema que as acompanha desde o nascimento ou adolescência. Já para outras isso só passa a ser uma preocupação a partir dos 30 a 40 anos de idade quando chegam novas alterações hormonais tais como a menopausa.

Ao longo da vida muitos fatores podem aparecer e desaparecer de acordo com a situação que o organismo está passando. Por isso, é sempre estar atento para perceber quando a queda de cabelo está além do normal. 

Para conseguir prevenir de forma adequada é preciso garantir que todas as vitaminas sejam consumidas por meio da alimentação.

Excesso de oleosidade

O excesso de oleosidade pode, em casos extremos, acabar por interferir no crescimento adequado dos fios. Acontece que alguns problemas na produção de sebo podem contaminar os folículos capilares de forma que ele acaba sendo prejudicial para a boa aparência de seus cabelos.

Em algumas situações a oleosidade também causa problemas relacionados tais como a dermatite seborreica, que se parece muito com uma caspa. Confira aqui como se manifesta esta doença não contagiosa e como tratar adequadamente.

Gravidez e amamentação

mulher gravida queda de cabeloA gravidez também é um aliado da queda capilar por conta do aumento de hormônios no organismo. Nesse caso, geralmente, o problema vai embora assim que a gravidez termina. Entre as doenças do organismo que podem gerar queda de cabelo estão problemas no fígado, por exemplo, já que um fígado irregular pode causar diversos sintomas, entre eles as complicações capilares.

Na amamentação isso acontece por conta da perda rápida de nutrientes que são priorizados para o bebê que ainda precisa construir

No entanto não são somente os fatores biológicos da vida da mulher é que tem a capacidade de interferir sobre a qualidade dos cabelos. Para muitas mulheres que fazem o uso de anticoncepcional, por exemplo, a queda dos fios é um dos muitos efeitos colaterais. O motivo é o mesmo: as alterações hormonais repentinas.

Problemas hormonais em geral, como casos de depressão causado por alterações na tireóide.

Doenças que causam a queda

cabelos saudaveisHá também doenças específicas do couro cabeludo e pelos no corpo, como alopecia. Tudo isso deve ser visto antes de se iniciar qualquer tipo de tratamento.

Se você ainda não se deparou com o problema, e nunca quer, a primeira dica é manter a saúde em dia. A segunda é não se entregar de braços abertos a toda e qualquer inovação química que os salões apresentam para cabelos mais lisos, menos volumosos, sem frizz ou qualquer outro tipo de promessa ao cabelo perfeito que toda mulher quer ter.

Além dos problemas genéticos que estão diretamente relacionados com a perda de cabelo o desequilíbrio dos fios também podem contribuir, tais como:

Problemas com a alimentação

A alimentação mais uma vez tem tudo a ver com a beleza. Acontece que os cabelos são compostos principalmente por proteínas e sais minerais. Se diariamente você não consome estes componentes seus cabelos ficarão enfraquecidos e terão o dobro de chances de ser acometidos pela queda e criar até as temidas falhas no couro cabeludo.

Para evitar estes problemas e garantir o máximo de volume, brilho e maciez par o seu cabelo o mais recomendado é que faça ingestão de todas as vitaminas necessárias, incrementando o seu cardápio. Se na sua rotina diária acha difícil garantir o suprimento de todos estes nutrientes pode contar com uma série de suplementos naturais que prometem acabar com a queda dos fios.

melhores vitaminas para o cabelo

E nada de dietas pobre em proteínas, isso é um chamariz para que o seu cabelo caia e também para que você desenvolva problemas de saúde muito mais sérios – tais como a anemia. No caso de dietas você pode transferir alimentos ricos em proteínas e com pouco valor de carboidratos – como o brócolis ou o espinafre, por exemplo.

Isso também quer dizer que as dietas malucas podem causar a queda dos fios sim, afinal, é comum que muitas mulheres abram mão de um cardápio diverso para conquistar o emagrecimento. Nesta, milhares de nutrientes se perdem podendo causar o enfraquecimento das unhas e cabelos. Confira aqui o que fazer para evitar sem precisar deixar a dieta de lado.

É o caso do Lampsi Hair, um poderoso suplemento cheio de nutrientes capazes de assegurar cabelos muito mais fortes e uma saúde de ferro, garantindo mais autoestima e qualidade de vida.

Para quem quer algo utópico uma boa ideia para quem tem o cabelo quimicamente tratado é o shampoo bomba que promete aumentar o volume e dar mais vida para os seus fios.

Química excessiva

o que é bom para cabeloMuitas mulheres começam tratamentos químicos muito cedo, na pré-adolescência. Para quem corta pouco ou já tem cabelos mais frágeis os efeitos destas modelações da estrutura capilar acontecerá lá pelos 30 ou 40 anos de idade – sendo ainda pior quando está entrando na terceira idade.

É claro que existe tratamento adequado para cabelos quimicamente tratados, no entanto, não acre que as opções irão salvar e mantê-los jovem novamente. Alguns tipos de operações são muito agressivos e só podem ser resolvidos com medidas drásticas tais como raspar a cabeça, megahair ou ainda a prótese capilar feminina.

Acontece que os cabelos que tem excesso de química geralmente são muito mais necessitados de uma profunda hidratação do que técnicas para prevenir ou melhorar os efeitos da queda de cabelo feminino.

Confira os tratamentos mais agressivos para os cabelos:

O que fazer para evitar – Prevenção

Cuidar preventivamente dos fios é a melhor forma de evitar a queda de cabelo feminino. Felizmente dá para evitar muitos dos danos aos cabelos somente com boas práticas de higiene e cuidado com os fios.

Você precisa ter em mente no entanto que se quer cabelos muito bonitos e com o mínimo de danos vai precisar limitar suas alterações de visuais somente para os cortes de cabelo, afinal, estes não agridem de forma alguma e nem podem causar a queda capilar.

Confira tudo o que você precisa fazer para prevenir a queda de cabelo

  • Consumir bastante água
  • Fazer hidratação uma vez no mês com técnicas naturais
  • Não usar química
  • Se possível usar shampoo sem sal ou sem compostos petrolados
  • Não lavar os cabelos todos os dias
  • Não pentear excessivamente
  • Não fazer uso excessivo de bonés e outros
  • Não dormir com o cabelo molhado
  • Sempre tratar problemas pontuais, como a caspa por exemplo
  • Ter uma rotina de vida saudável
  • Não colorir ou descolorir o cabelo
  • Evitar penteados forçados como coques com muita frequência
  • Não usar laquês, gel e outros produtos
  • Garantir a saúde do seu couro cabeludo
  • Ter uma alimentação saudável
  • Fazer uso de suplementos nutricionais

Veja aqui mais técnicas passo a passo de como evitar a queda.

Tratamentos caseiros e Remédios Naturais

Você certamente já deve ter se perguntado o que é bom para queda de cabelo.

oleo de coco previne quedaAs técnicas naturais mais conhecidas são as seguintes:

Tem mais dúvidas sobre tratamento para queda de cabelo feminino? Então clique aqui para conferir dicas incríveis para reverter os problemas que fizeram com que o seus seus fios perdessem a vida, volume e beleza.

Você ainda pode fazer apostas mais simples com os suplementos 100% naturais. O fortalecedor Beuty Nutri, por exemplo funciona sem necessidade de deixar de comer o que gosta ou ter de ficar fazendo misturas mirabolantes para tentar remediar a sua queda capilar.

Já nos casos de falhas técnicas naturais não podem ser o suficiente. Você poderá precisar de implantes, mega-hair e outras formas de fazer com que o seu cabelo aparente mais bonito sem precisar apostar no fortalecimento natural do mesmo.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
3 Comments

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *