Acabe com a queda de cabelo!

Junte-se a mais de 5.147 leitores que aprenderam a lidar com a queda de cabelo com nossas dicas e em POUCO TEMPO (é grátis)!

Inimigo número 1 da queda de cabelo – A genética!

Você sabia que 50% das crianças com pais que têm tendência em perder cabelo podem se tornar calvos? Esse problema assusta muito as pessoas, principalmente os homens que, ao reparar que em sua herança genética existe essa predisposição, começam, desde cedo, a procurar tratamento para queda de cabelo para reverter esse quadro e não se render à calvície, também chamada de alopecia androgênica.

E essa tendência já pode ser observada desde cedo, pois muitas crianças, ao nascerem, já demonstram em seu couro cabeludo aquelas clássicas entradinhas, levando a acreditar que a calvície pode ser uma realidade com o passar dos anos.

A calvície acontece devido a estimulação dos folículos pilosos por hormônios masculinos, principalmente testosterona, que é produzido na adolescência. Quando eles atingem o couro cabeludo de uma pessoa com tendência para a queda de cabelo, promove uma diminuição do ciclo de crescimento destes, tornando-os menores e mais finos.

E esse processo acontece até a interrupção do crescimento, resultando na rarefação dos pelos e o afastamento da linha de implantação para trás. Geralmente, a alopecia androgênica é caracterizada pela ausência de cabelos na parte superior e frontal da cabeça, o que não ocorre nas laterais e lado posterior.

Você mesmo pode fazer um teste para saber se está ficando calvo ou passando por uma queda normal de cabelo: compare a espessura dos fios da frente e detrás; se perceber que um lado estar mais fino que o outro, é sinal de calvície. Outra dica é pegar um tufo bem desembaraçado e puxar com força.

Se os fios saírem inteiros, seu cabelo está saudável. Mas não se apavore caso comprove a calvície. Atualmente existe muito tratamento para queda de cabelo que pode ajudar as pessoas com essa predisposição a evitar que esse processo se inicie prematuramente, causando desconfortos.

Genética queda de cabelo

Genética queda de cabelo

Outra boa solução para quem enfrenta a calvície, e que não se atentou a cuidar antes do agravamento do caso, é buscar por uma técnica que ganha mais adeptos a cada ano: o implante de cabelo. Esse procedimento deve ser acompanhado por um médico especialista e capacitado, pois, como já foi dito, é um procedimento cirúrgico que requer todos os cuidados necessários.

Nos últimos anos, o implante de cabelo ficou mais acessível e essa é uma tendência para os próximos anos. Então, caso seja essa sua única solução, procure um dermatologista agora mesmo e inicie o processo do implante.

Para finalizar, que tal uma curiosidade? Um fio de cabelo cresce numa velocidade de 0,003mm por dia, aproximadamente; o que significa que, no prazo de um mês, terá em média 1 cm.  Mas, vale ressaltar que o crescimento do cabelo não é um processo contínuo: cada fio nasce por quatro a seis anos, interrompe o crescimento por mais ou menos 20 dias e cai, em seguida para nascer um novo e sadio fio para se repetir o ciclo. A perda diária de fios é considerada normal, só não pode ultrapassar o limite de cem fios ao conjunto diário de passadas de pente.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *