Acabe com a queda de cabelo!

Junte-se a mais de 5.147 leitores que aprenderam a lidar com a queda de cabelo com nossas dicas e em POUCO TEMPO (é grátis)!

Queda de Cabelo no Pós-Parto

Muitas mulheres que passam pelo sonhado período da maternidade terminam com um “efeito colateral” um tanto quanto indesejável: a queda de cabelo, que assola a grande maioria das mulheres durante alguns meses após a gravidez.

A primeira coisa que essas novas mamães devem ter em mente é que esse tipo de sintoma é completamente normal em um período que vai de um a seis meses depois do final da gestação, visto que nos nove meses de gravidez o corpo muda consideravelmente suas taxas de hormônio para se adaptar a nova realidade.

Portanto, antes de achar que algo ruim está acontecendo, a dica é deixar o desespero de lado e, apesar de perder os fios de forma que parece ser anormal, curtir essa deliciosa fase da vida.

Os problemas que podem gerar a queda de cabelo feminino são vários, mas a grande e maior parte das causas depois de uma gravidez é justamente a mudança hormonal que acontece de forma normal para mulheres que esperam filhos, além de também ter uma possível relação com a mudança de dieta durante a gestação, já que as mulheres grávidas se alimentam por duas pessoas, e os famosos “desejos” podem acabar dando uma enfraquecida na dieta saudável.

As dicas básicas são voltar a se alimentar normalmente, de preferência com a ajuda de um profissional da nutrição, além de manter a calma e ter certeza de que tudo está normal. O estresse causado pela queda de cabelo pode acabar agravando o caso sem nenhuma necessidade.

Queda de cabelo pós-parto

Queda de cabelo pós-parto

Caso o problema persista por mais meses do que o usual, o jeito é procurar ajuda médica antes de deixar com que o estresse e a preocupação tomem conta de um cenário tão pleno quanto o da maternidade. Nesse caso, o especialista mais indicado é o dermatologista, que pode pontuar se a queda dos fios é causada pela variação dos hormônios ou por conta de outros problemas.

O negócio é não se desanimar e nem – com o perdão do trocadilho – se descabelar. Essa fase pode ser chata, mas é, até certo nível, uma resposta saudável do corpo ao maravilhoso milagre da maternidade.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
One Comment

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *