Cabelo oleoso - Porque isso acontece? Melhores formas de evitar! | Queda de Cabelo

Acabe com a queda de cabelo!

Junte-se a mais de 5.147 leitores que aprenderam a lidar com a queda de cabelo com nossas dicas e em POUCO TEMPO (é grátis)!

Cabelo oleoso – Porque isso acontece? Melhores formas de evitar!

Um cabelo pode ser naturalmente oleoso, assim como pode ser seco, ou normal (médio). Ele também pode ficar oleoso por coisas simples como passar as mãos com frequência, lavar todos os dias, ou mesmo, pentear muitas vezes. Hábitos de saúde e higiene são os responsáveis por tornar cabelos naturalmente normais ou secos em oleosos. Neste caso algumas prática podem ajudar a minimizar a má aparência e prevenir a queda de cabelo proveniente da oleosidade excessiva.

Para identificar se seu cabelo é oleoso, é simples, cabelos oleosos tendem a ficar com o aspecto sujo, com um brilho levemente molhado, em um período muito curto de tempo após as lavagens. E a ficarem mais oleosos no decorrer do dia quando se tem o hábito de passar as mãos nos fios, ou lava-los com água muito quente.

Por que o seu cabelo é oleoso?

como evitar cabelo oleosoHá fatores externos e internos que podem causar um aumento na oleosidade do couro cabeludo, entre hábitos, alterações hormonais e problemas de saúde. Confira:

  1. Lavar o cabelo em excesso: Isto limpa, mas faz com que o couro cabeludo compense a oleosidade tirada, produzindo mais;
  2. Usar tratamentos incorretos: O uso de toucas, cremes hidratantes, condicionadores ou produtos para tratamentos que podem estimular o couro cabeludo, e não controlar e equilibrar;
  3. Uso de pentes e escovas não higienizados: Fios, poeira e várias impurezas se acumulam neles, e ao usar, há uma transferência da sujeira para o cabelo;
  4. Alterações hormonais da puberdade: Há um aumento de oleosidade comum na puberdade, isso se deve às transformações hormonais. Neste caso pode-se minimizar os danos, mas não prevenir que aconteça;
  5. O ciclo menstrual na mulher: Algumas mulheres apresentam um cabelo mais oleoso apenas durante parte do ciclo menstrual, e depois voltam a um cabelo normal. Isso se deve aos aumentos repentinos de progesterona e estrogênio;
  6. Pentear ou colocar muito as mãos no cabelo: O uso crônico do pente estimula o couro cabeludo, e os dedos transferem e espalham mais a gordura da pele e dos fios.

Que doenças podem causar excesso de oleosidade?

Sim, algumas das doenças ou alterações são listadas a seguir:

  • Seborreia
  • Alterações na tireoide – hipotireoidismo, hipertireoidismo.
  • Ovário policístico
  • Distúrbios na hipófise
  • Estresse
  • Depressão

Quais problemas um cabelo oleoso pode causar?

A aparência fica sempre um pouco comprometida, mas não é só isto, observe:

  • Aumento de acne nas proximidades com o contorno do rosto, próximo aos fios
  • Dermatite seborreica – seborreia – pode piorar ou surgir com a produção excessiva de gordura
  • Cheiro desagradável – alguns fios podem ficar com um cheiro mais forte por causa do excesso de óleo
  • Autoestima prejudicada – a pessoa não se sente confiante por causa da aparência
  • Autoimagem comprometida – a imagem que se vê constantemente no espelho, é a de um cabelo que precisa ser lavado e está sempre com aspecto cansado e sem vida
  • Queda de cabelo – com o acumulo de sebo no couro cabeludo, aumenta a queda de cabelos, que quando tratada a tempo, pode ser revertida sem perda permanente

Entenda melhor sobre a causas da queda de cabelo

É normal perder em média, 150 fios por dia, além disto, já é sinal de que há alguma coisa errada. O fio adoece e cai, em alguns casos é possível tratar e reverter o processo, em outros, pode haver danos permanentes ao couro cabeludo.

As principais causas da queda de cabelo são a oleosidade, excesso de fungos no couro cabeludo, tireóidea, diabetes, processos químicos contínuos e sem cuidado, alterações hormonais, gravidez, menopausa, infecções, estresse, depressão,alteração grande de peso (aumento ou perda),hereditariedade.

Oleosidade se transformou em seborreia

Dentre os problemas que acompanham quem tem o couro cabeludo com excesso de gordura, a seborreia e a queda de cabelo são os mais intensos, porque afetam a aparência de modo frequente.

Cuidar da oleosidade do cabelo já vai ajudar o cabelo a voltar ao normal e diminuir as chances de manter a seborreia, e também de causar o adoecimento dos fios e a posterior queda. Mas, quando mesmo após os cuidados os fios não param de cair, pode ser preciso consultar um médico.

Alguns cuidados que vão ajudar tanto na seborreia, quanto na queda dos cabelos e na oleosidade são os seguintes:

  • Lavar o cabelo a cada dois dias para dar não agredir o couro cabeludo, usar shampoos para cabelos oleosos e evitar usar água muito quente, preferindo a morna ou fria;
  • Higienizar pentes e escovas e pentear os cabelos sem forçar o contato com a raiz;
  • O uso de um xampu anti-caspa com alcatrão de hulha, Piritionato de zinco ou cetoconazol podem ajudar tanto na seborreia quanto no tratamento dos fungos resultantes da oleosidade;
  • Secadores e pranchas devem ser evitados, ou usados com moderação e longe da raiz;
  • Já os tratamentos químicos devem ser feitos com profissionais competentes e sempre com os testes de mecha e de sensibilidade, para evitar que haja traumas no couro cabeludo acentuando a queda e a seborreia.

Quando você notar que mesmo com todos os cuidados, seu cabelo ainda é oleoso demais. Ou quando há caspa ou queda de cabelo acentuada, e também se a seborreia se tornar persistente, não sumindo após alguns dias.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *