Acabe com a queda de cabelo!

Junte-se a mais de 5.147 leitores que aprenderam a lidar com a queda de cabelo com nossas dicas e em POUCO TEMPO (é grátis)!

Causas da queda de cabelo na mulher – Os principais vilões!

Muitas mulheres se assustam com a quantidade de fios “perdidos” diariamente, mas o que grande parte não sabe é que a queda normal é totalmente diferente da queda patológica, isto é, quando há alguma causa por trás da perda de cabelo- geralmente atrelada à vulnerabilidade do organismo.

Por isso, é importante compreender:

  • O ciclo de crescimento do fio,
  • Causas da queda de cabelo,
  • Doenças que causam a queda de cabelo,
  • Como diagnosticar o problema de queda de cabelo.

queda de cabelo na mulher

Entenda o ciclo de crescimento capilar

Um fio de cabelo passa por um período geneticamente determinado que pode ter uma duração de dois a seis anos – essa é a fase em que ele cresce, chamada de anágena, onde ele terá seu comprimento máximo.

A próxima fase de cada fio é chamada de catágena, sendo a interrupção do crescimento e que dura poucas semanas. A última fase é a telógena – durando cerca de três meses –, onde o fio começa sua preparação para cair, mas isso somente ocorre quando um novo fio está pronto para nascer naquele folículo em particular.

Por isso, quedas normais de cabelo acontecem: você pode acabar perdendo 100 fios diariamente nessa fase telógena. Isso está dentro do esperado, levando-se em conta um organismo saudável de um adulto.

Entretanto, cabe salientar que:

  1. Mesmo que você repare em um aumento, essa queda não é necessariamente sinônimo de calvície,
  2. A queda dos fios é o problema mais “brando” que poderá acontecer e, com o correto diagnóstico e tratamento, fará com que os fios sejam recuperados,
  3. A alopecia androgenética não é exclusiva para homens, como é muito abordado e merece ser destacado.

Assim, uma queda disfuncional pode ser causada por vários fatores. Conheça todas as principais causas da queda de cabelo na mulher e a razão de cada uma acontecer!

As causas da queda de cabelo na mulher

Conforme dados da Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar, o problema da queda de cabelo afeta aproximadamente 25% das mulheres entre as idades de 35 a 40 anos e 50% com mais de 40 anos.

Entenda que a função do cabelo é, unicamente, de proteger nosso couro cabeludo. No caso em que há necessidade do nosso organismo precisar “economizar” energia e nutrientes, os fios são postos em segundo plano, o que faz com que eles caiam, pois ficam fragilizados.

É claro que no caso da alopecia androgenética – a calvície – o problema se dá no bulbo capilar, quando ele se atrofia. Aqui, a perda irreparável dos fios, tanto para homens como para mulheres é complicada e só tem uma solução: o transplante.

Mas veja quais são as principais causas da queda de cabelo na mulher agora:

Dietas rígidas

queda de cabelo na mulherSeguir qualquer dieta que proponha deficiência em alguma vitamina, carboidrato, mineral ou proteína pode provocar uma queda acentuada de fios.

Desse modo, a falta dos nutrientes essenciais para um correto crescimento do cabelo faz com que exista uma fragilidade nos fios e seu crescimento atrapalhado, até que aconteça a queda por fim.

Alterações hormonais

As alterações hormonais são responsáveis pela queda de cabelo. Problemas nas glândulas endócrinas, como no caso da tireoide, hipófise e suprarrenal acabam por desregular o organismo e provocar um caos no momento de transferência dos nutrientes aos folículos capilares.

As mulheres, por conta do período menstrual, também podem sofrer com uma queda maior de cabelo, já que haverá um pouco de deficiência do ferro.

Estresse

A queda de cabelo por estresse é muito mais comum do que você imagina. Este sentimento faz com que o nosso organismo gaste mais energia do que o habitual, afetando diretamente a produção dos fios.

Os nutrientes que poderiam estar sendo usados para produzir os folículos estão sendo consumidos para gerar energia ao corpo. Dessa maneira, o organismo acaba perdendo muitos minerais e vitaminais, além de estar produzindo mais cortisol – aquele hormônio próprio do estresse que desacelera a divisão celular na raiz. O que isso provoca? A queda do cabelo pode alcançar de metade a três quartos do total de fios!

Gravidez, pós-parto e amamentação

A queda de cabelo na gravidez pode ser explicada por causa do aumento do hormônio progesterona que fará com que o cabelo fique ressecado, tornando-o mais quebradiço e frágil. Além disso, a carência nutricional, o excesso de oleosidade do cabelo e infecções no cabelo ou na pele (como a psoríase ou a dermatite) podem ser fatores do aumento da queda de cabelo durante a gravidez.

No entanto, a perda de cabelo é bem mais comum depois na amamentação ou pós-parto, estando relacionada com a transmissão de vitaminas da mãe para o bebê e a variação da taxa de hormônios.

Entenda melhor estas causas aqui. 

Doenças

Doenças virais e bacterianas são exemplos claros que podem afetar e causar um aumento na queda de cabelo em mulheres, pois há maior fragilidade nos fios pela deficiência de nutrientes que se voltam para o combate à doença que se abateu sobre o organismo.

Dessa maneira, o ciclo do cabelo irá perder a força durante a fase do crescimento.

Em termos de doença que podem provocar a queda de cabelo, destacam-se:

  • Alopecia areata,
  • Anemia,
  • Lúpus,
  • Ovário policístico,
  • Sífilis,

Entre outros.

doenças da queda de cabelo na mulher

Medicamentos

Vários medicamentos possuem como efeito colateral a queda de cabelo: os anti-hipertensivos, os antibióticos e os anabolizantes são grandes exemplos. Entretanto, uma categoria que afeta com grande agressividade os fios é o antidepressivo.

Por atuar no sistema nervoso e na divisão celular, os antidepressivos possuem o poder de interromper o ciclo normal de vida dos fios, tornando-os sensíveis e com maior predisposição à queda.

Penteados

As mulheres possuem a tendência de criar variados penteados para exibir as belas madeixas, porém alguns deles promovem a quebra do fio e até mesmo a inflamação do folículo capilar.

Um exemplo é o rabo de cavalo, que tenciona o cabelo e induz a queda. Estar com esse hábito frequente de amarrar o cabelo pode fazer com que você crie a alopecia por tração, ou seja, são falhas no cabelo pela força em excesso que é empregada ao puxar os fios.

O secador e chapinha

O uso exagerado de secador e chapinha pode ocasionar a queda de cabelo, especialmente se você sofre com fragilidade nos fios.

A chapinha é um problema que favorece a queda, pois logo após o banho, nossos fios estão absorvendo algumas partículas de água. Se há o contato imediato com o calor, haverá a formação de bolhas de ar dentro do cabelo – isso beneficiará a queda.

Além disso, a chapinha muito quente quebra e desidrata os fios.

Química no cabelo

falta de cabelo femininaQue mulher não gosta de mudar o cabelo? Produtos e tratamentos químicos são grandes aliados da queda de cabelo.

Um exemplo é a escova progressiva que, de tão agressiva, promove inflamações e a queda dos fios. Os tratamentos químicos geralmente possuem ativos proibidos e inimigos do couro cabeludo, como o caso do formol e o glutaraldeído.

Confira aqui todos os procedimentos agressivos para a saúde dos fios. 

Tabagismo

O cigarro já é conhecido por ser um mal para a saúde de todo o organismo e o cabelo não foge dele! Este vício estraga os fios, destruindo a saúde do couro cabeludo e deixando ainda aquele cheiro horrível.

A razão disso acontecer é simples: a nicotina faz com que haja uma redução no diâmetro dos vasos periféricos – a consequência é que a circulação sanguínea diminui, impedindo que os minerais essenciais alcancem a raiz dos fios.

Como saber se minha queda de cabelo não é normal

Um médico dermatologista é o profissional mais adequado para examinar o seu couro cabeludo em busca de quaisquer alterações para descobrir qual é a causa da sua queda acentuada de cabelo.

O exame clínico determina se a queda é ou não patológica e depois é que você fará os exames complementares para sanar dúvidas sobre alguma alteração no organismo que esteja provocando o problema da queda de cabelo. Independentemente da causa a ser diagnosticada, esteja tranquila e siga corretamente as instruções do médico para o tratamento.

Com isso em mente, você recuperará os fios perdidos e a saúde do cabelo.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *