Acabe com a queda de cabelo!

Junte-se a mais de 5.147 leitores que aprenderam a lidar com a queda de cabelo com nossas dicas e em POUCO TEMPO (é grátis)!

Guia completo sobre Alopecia

A perda de cabelo (alopecia) é mais do que um problema estético – é uma doença real e pode ocorrer tanto em homens como em mulheres. A perda de cabelo pode afetar todo o couro cabeludo (alopecia difusa) ou apenas uma área, deixando pequenas lacunas desprovidas de cabelo (alopecia localizada).

As principais causas

Quedas de cabelo difusa hormonal: estão entre as mais frequentes causas da queda de cabelo. Popularmente, é conhecido como calvície e acontece devido a um excesso de hormônios masculinos (andrógenos) ou um aumento da sensibilidade a esses hormônios. Eles também podem ser genéticas, ou seja, caso tenha alguém na família (pai, avô, irmão) que sofra com esse problema, certamente você herdará.

Este tipo de alopecia normalmente afeta os homens, mas também pode afetar as mulheres na altura da menopausa, devido à diminuição da secreção de calha fêmea ou devido ao tratamento com hormônios de androgénio. A alopecia também pode ser provocada depois de um estado de nervos muito acima do normal ou de um tempo de tensão/choque.

Alopecia - Guia Completo

Quedas de cabelo difusa não hormonal: Eles também são frequentes. Aparecem em adultos de qualquer idade e estão associadas a parada do crescimento em áreas onde brotam cabelo (folículos pilosos). A doença começa de uma forma bastante abrupta; pacientes queixam-se de encontrar inúmeros cabelos no travesseiro ou na toalha.

O médico pede ao paciente conte os fatos que marcaram os últimos meses e, geralmente, encontra uma causa específica, como: partos, cirurgias, infecções, estresse significativo, acidente ou a administração de certos medicamentos (especialmente para quimioterapia do câncer). Na maioria dos casos, depois de dois ou três meses, tudo será resolvido sem que seja necessário um tratamento mais específico.

Quedas de cabelo localizada: Elas podem ocorrer devido a danos irreversíveis para o couro cabeludo (Ex.: queimadura), trauma devido a repetições (tiques de arrancar cabelo, de origem nervosa), infecção do couro cabeludo por fungos e outros doenças de pele.

Sinais da Alopécia

Nos homens, a perda de cabelo começa geralmente entre os 25 e 30 anos. Sua evolução é relativamente rápida. O homem passa a sofrer com a perda progressiva do cabelo, levando à formação de entrada temporária, posteriormente, essas entradas se estendem até o topo do crânio. Se a perda de cabelo ocorre aos 50 anos, seu progresso será muito mais lento.

Nas mulheres, a perda de cabelo evolui de modo diferente e muitas vezes não é reconhecido antes dos 30 anos. Começa mais tarde, por volta de 40 ou 45 anos, muitas vezes, pouco antes da menopausa, e manifesta-se por um fio de cabelo iluminação mais difusa, respeitando, pelo menos, normalmente.

A parte que mais sofre com a queda de cabelo entre mulheres é a linha fina dianteira, muitas vezes, apenas por trás dessa linha, bem como todo o topo do crânio. Pode ser concluída até a idade de 75 ou 80 anos.

Tratamentos Indicados

O tratamento contra a queda de cabelo varia de acordo com o sexo. No homem é bastante limitado podendo ser a administração de vitaminas do complexo B, a aplicação de produtos químicos para aumentar a circulação de sangue para os folículos pilosos, estimulando novos cabelos ou o tratamento mais eficaz que é o micro enxerto de cabelo no couro cabeludo.

Nas mulheres, o tratamento mais prescrito é o de terapêutica hormonal de substituição, se não houver contra-indicação. Se a perda de cabelo for por outras causas, tomar vitaminas, lavar cuidadosamente o cabelo e tomar medicação contra a doença causada por essa queda é o indicado.

Mas lembre-se: esse tratamento deve ser prescrito e acompanhado por um médico especialista – o dermatologista.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
4 Comments

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *